Notícias

Kremlin diz não querer que doença de Navalny prejudique laços com Ocidente

Reuters
Reuters
Kremlin diz não querer que doença de Navalny prejudique laços com Ocidente
Yulia Navalnaya, esposa do político russo de oposição Alexei Navalny, chega a hospital em Berlim

26 de agosto de 2020 - 08:06 - Atualizado em 26 de agosto de 2020 - 08:10

Por Tom Balmforth

MOSCOU (Reuters) – O Kremlin disse nesta quarta-feira que a Rússia não quer que a doença do político da oposição Alexei Navalny prejudique os laços com o Ocidente, e que está tão ansiosa quanto qualquer outro para descobrir o que levou Navalny a ficar gravemente doente.

Alemanha, Estados Unidos e outros países pediram à Rússia que investigue as circunstâncias que levaram Navalny a desmaiar em um avião na semana passada, depois que uma clínica alemã disse que seu exame médico inicial apontou para envenenamento.

Mas o Kremlin diz que é muito cedo para dizer isso com certeza e que o exame médico é inconclusivo.

(Reportagem de Tom Balmforth, Gleb Stolyarov e Maria Kiselyova)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG7P0VE-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.