Notícias

Justiça suspende vacinação de estudantes em Betim, prefeitura diz que recorrerá

Reuters
Reuters
Justiça suspende vacinação de estudantes em Betim, prefeitura diz que recorrerá
Vacinação de jovens em Betim

17 de junho de 2021 - 13:15 - Atualizado em 17 de junho de 2021 - 13:15

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) – A Justiça estadual de Minas Gerais suspendeu decisão da prefeitura de Betim, região metropolitana da capital Belo Horizonte, de iniciar a vacinação contra Covid-19 de estudantes de entre 12 e 14 anos, e o município anunciou que irá recorrer da decisão.

Na decisão, tomada na noite de quarta-feira, a Justiça mineira determinou a suspensão da vacinação dos adolescentes pelo município até que a prefeitura comprovasse que os grupos prioritários da campanha de vacinação contra a Covid-19 tivessem sido vacinados.

Em nota, a prefeitura de Betim disse que sua decisão de iniciar a vacinação dos estudantes está amparada por nota técnica do Ministério da Saúde que, afirmou, permite à cidade iniciar a vacinação dos adolescentes ao mesmo tempo que imuniza os grupos prioritários estabelecidos pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

“A referida nota prevê, ainda, a imunização dos profissionais da educação, com o objetivo de retomar as aulas presenciais. Respaldada pelo MS, a prefeitura de Betim iniciou a vacinação dos estudantes a fim de garantir esse retorno de forma segura e, dessa forma, minimizar os impactos ocasionados aos estudantes pela Covid-19, principalmente aos que não têm acesso ao ensino à distância”, disse o governo municipal em nota.

No comunicado, a prefeitura também informou que está recorrendo da decisão da Justiça, tomada em caráter liminar.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5G14Z-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.