Segurança

Júri popular de acusado de matar a youtuber Isabelly é marcado pela Justiça; adolescente foi assassinada a tiros

O réu, Everton Vargas, foi denunciado por homicídio qualificado e, neste momento, ele está detido em prisão domiciliar

Daniela
Daniela Borsuk / Editora
Júri popular de acusado de matar a youtuber Isabelly é marcado pela Justiça; adolescente foi assassinada a tiros
(Foto: Reprodução/Facebook)

20 de agosto de 2021 - 19:23 - Atualizado em 21 de agosto de 2021 - 12:17

Foi marcado para o dia 7 de março de 2022, às 9h, o júri popular de Everton Vargas, acusado de matar Isabelly Cristine Domingos dos Santos, a youtuber de 14 anos assassinada com um tiro na cabeça em Pontal do Paraná, no Litoral do Paraná, em fevereiro de 2018. O documento que prevê a data do julgamento foi assinado pela juíza Cristiane Dias Bonfim, do Tribunal do Júri de Pontal do Paraná, onde a sessão será realizada. O réu foi denunciado por homicídio qualificado e, neste momento, ele está detido em prisão domiciliar.

A adolescente foi atingida por um tiro na cabeça quando estava dentro do carro da família, com a mãe e dois amigos. O disparo teria sido feito por Everton, que estava em outro carro conduzido pelo irmão, Cleverson Vargas, após um desentendimento no trânsito. Ainda conforme a denúncia do Ministério Público do Paraná (MPPR), Cleverson dirigia embriagado e com excesso de passageiros no veículo, e ainda teria diminuído a velocidade para que o irmão, Everton, efetuasse os disparos. No entanto, o julgamento dos acusados foi desmembrado e Cleverson não irá a júri com Everton.

Em nota, a advogada Thaise Mattar Assad, que atende a família de Isabelly e é assistente de acusação, informou que a notícia da data do júri representa um importante passo para atingir a justiça neste caso.

Veja na íntegra:

“A Juíza de Direito de Pontal do Paraná, Cristiane Dias Bonfim, determinou que o acusado de matar a jovem Isabelly Cristine Domingos dos Santos deverá ser julgado pelo Júri Popular da cidade de Pontal do Paraná no dia 7/3/2022. A notícia da data do júri representa um importante passo para atingirmos justiça neste caso. O réu Éverton Vargas aguarda o julgamento em prisão domiciliar.”

A defesa de Everton, o advogado Claudio Dalledone Júnior, também se pronunciou, informando que há a possibilidade da data do júri mudar.

“A designação é apenas uma fase do processo, existem aspectos processuais que com toda certeza podem fazer mudar essa data.”, dia a nota da defesa, na íntegra.

O crime

Isabelly Cristine Domingos dos Santos, de 14 anos, era natural de Curitiba e moradora de Paranaguá. A adolescente youtuber apresentava o canal Isa Top Show, com mais de 48 mil inscritos, especializado em entrevistar artistas e personalidades. Ela também trabalhava como modelo desde os cinco anos e acumulava títulos de concursos de beleza como Miss Paranaguá Mirim, Miss Paraná Mirim, Miss Paraná infantil, Miss da beleza Brasileira Revelação, entre outros.

A adolescente estava voltando de um show de carro, com a mãe e dois amigos, e passava pela PR-412, em Pontal do Paraná, por volta das 1h50 da madrugada do dia 14 de fevereiro de 2018, quando tudo aconteceu. Após um desentendimento na pista envolvendo o motorista Cleverson e o condutor do carro em que Isabelly estava, segundo o MPPR, Everton teria disparado cinco vezes contra o veículo da vítima, acertando a cabeça da adolescente. A jovem chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, mas teve morte cerebral confirmada na noite do dia seguinte, 15 de fevereiro.

Na época, Everton e Cleverson, irmãos, foram presos na manhã do dia 14 de fevereiro, em uma casa no Balneário Ipanema, em Pontal do Paraná. De acordo com a polícia, nenhum deles possuía antecedentes criminais.