Notícias

Jovem jornalista de Maringá conquista 1 mi de visualizações no TikTok

Amanda Gomes trocou as reportagens de rua de um telejornal para se dedicar intensamente aos vídeos rápidos e certeiros da rede social

Wilame
Wilame Prado / Repórter
Jovem jornalista de Maringá conquista 1 mi de visualizações no TikTok
(Foto: Reprodução/YouTube)

1 de maio de 2021 - 13:35 - Atualizado em 1 de maio de 2021 - 13:36

A maringaense Amanda Gomes, de 24 anos, sempre sonhou em ser jornalista, e de fato conquistou o seu sonho. Mas, de uns meses para cá, optou por mudar de plataforma para levar informação ao público. Ela trocou o microfone de uma emissora de telejornalismo para as telas menores, dos smartphones, e agora faz sucesso no Tik Tok e também no Reels, do Instagram.

A jovem jornalista mora no Rio de Janeiro há dois anos, para onde se mudou justamente para se aproximar das grandes emissoras de TV. Só não imaginava que a grande identificação viria mesmo de maneira instantânea, na palma da mão, com apenas um celular e muita criatividade para contar histórias.

Com mais de 1 milhão de visualizações no Tik Tok, ela se autointitula uma contadora de histórias. Seu bom humor característico e a facilidade de transmitir a mensagem conquistada após os anos de graduação em Comunicação jogam a favor de Amanda, que atualmente tem mais de 30 mil seguidores na rede social, com vídeos recebendo milhares de visualizações diariamente.

@souamandagomes

ACABOU O MISTÉRIO: CONTEI TUDO NESSE VÍDEO

♬ som original – Amanda Gomes

Quem visita a sua página encontra humor garantido, como no último vídeo em que ela explica uma técnica de dicção para falar mal dos outros sem que ninguém perceba, apenas rangendo os dentes e produzindo sons com as palavras. Mas a jornalista também tem se dedicado a comentários de histórias envolvendo crimes que chocaram o Brasil, como o caso do goleiro Bruno, um dos últimos temas abordados por ela em seu canal no YouTube.

“Meu conteúdo principal são os crimes. Eu, geralmente, opto pelas notícias factuais, ou seja, que estão acontecendo hoje, mas também gosto de relembrar crimes que ficaram marcados na história”, diz Amanda.

Sobre investir nas redes sociais que fazem bastante sucesso principalmente com o público mais jovem, ela garante não sofrer qualquer tipo de preconceito. Pelo contrário: confirma ter recebido elogios de pessoas gabaritadas do meio jornalístico, o que tem dado motivação de sobra para ela continuar investindo nos vídeos, que demandam também trabalho de produção, criação e edição. “A constância das publicações determina a continuidade da aceitação do público”, diz.

“A forma de construir o texto e a maneira de se comunicar precisam se adequar, com certeza! A mensagem, a notícia, os fatos são os mesmos, mas a linguagem da internet tem suas peculiaridades e isso precisa ser levado em conta”, afirma.

Amanda é inquieta, e anuncia algo novo por aí: após a pandemia, pretende investir também na dramaturgia, já que foi convidada para participar de uma peça de teatro, fruto da sua habilidade humorística. “Sou bem humorada na vida mesmo. Gosto de fazer as pessoas rirem.”

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.