Notícias

Corpo de jovem que sumiu após aceitar ajuda para trocar pneu é encontrado

Mariana Bazza estava desaparecida desde a manhã de terça-feira (24); um homem está preso

Fernanda
Fernanda Xavier
Corpo de jovem que sumiu após aceitar ajuda para trocar pneu é encontrado
Suspeito e Mariana Bazza (Foto: Montagem RIC Mais)

25 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 25 de setembro de 2019 - 00:00

A estudante de fisioterapia Mariana Bazza, que sumiu após aceitar ajuda para trocar o pneu do carro, foi encontrado em um canavial na cidade de Lacanga, em São Paulo, nesta quarta-feira (25). A estudante de 19 anos estava desaparecida desde a manhã da última terça-feira (24). 

Rodrigo Alves Pereira, de 33 anos, é o homem que auxiliou a jovem no conserto do veículo. Apesar de negar as acusações, foi detido pela polícia.

Linha do tempo sobre o caso da jovem que morreu após aceitar ajuda para trocar pneu

Confira a ordem cronológica dos fatos, desde o sumiço de Mariana Bazza até a localização de seu corpo:

Último contato de Mariana

Antes de desaparecer, na manhã do dia 25 de setembro, a jovem foi a academia que costumava frequentar e após sair do local, percebeu que um dos pneus de seu carro estava furado. Foi então que um desconhecido apareceu e se disponibilizou a ajudá-la.

Mariana Bazza

Mariana Bazza desapareceu após aceitar ajudar para trocar pneu. (Foto: Reprodução/ Instagram Mariana Bazza)

Seu último contato foi por meio de uma foto, enviada ao seu namorado, do estranho que trocava o pneu.

Suspeito trocando pneu

Suspeito trocando pneu. (Foto: imagem do suspeito tirada pela estudante antes de desaparecer)

Suspeito detido pela polícia

Após o desaparecimento de Mariana, a polícia usou imagens de câmeras de segurança para identificar o suspeito. Rodrigo Alves Pereira foi encontrado algumas horas depois na cidade de Itápolis com o carro de Mariana. Dentro do veículo, uma faca também foi localizada.

Rodrigo acabou detido e, em depoimento, confirmou que a vítima estava morta. Além  disso, ele indicou o local onde o corpo de Mariana estava.

Corpo de Mariana é encontrado em canavial

O corpo da estudante foi localizado em um canavial no município Lacanga. A cidade fica mais ou menos há 75 km do município de Biriri, onde ela foi vista pela última vez.

Ela foi encontrada com as mãos amarradas para trás, de bruços e com um pano no pescoço. Agora, a polícia espera o laudo para confirmar se a jovem foi vítima de violência sexual.

Suspeito de cometer o crime nega a acusação

O suspeito mesmo após ter fornecido informações sobre o crime para a polícia, nega as acusações. Ele diz que teria uma segunda pessoa envolvida, mas para a polícia, isso é inconsistente. Segundo um policial que está investigando o caso, Rodrigo Alves chorou desde que foi preso.

Rodrigo passou por uma audiência de custódia ainda na quarta-feira (25). Durante o seu depoimento, ele diz ter sido agredido por policiais. Contudo, o investigador diz que isto não procede. Então, ele foi encaminhado para o CPD (Centro Detenção Provisório) de Bauru.

Quem era Mariana Bazza?

Mariana Bazza, que ganhou a atenção após desaparecer na última terça, é uma jovem de apenas 19 anos.

Ela era estudante de fisioterapia e namorava há dois anos e 5 meses. Nas redes sociais, ela se mostrava apaixonada pela companheiro Jefferson Vianna, com o qual sempre postava fotos seguidas de declarações.

Mariana Bazza e Jefferson Vianna

Mariana Bazza e Jefferson Vianna (Foto: Reprodução/ Instagram Mariana Bazza)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.