Marketing e Mídia

“Durante 50 anos, Mário Petrelli trabalhou pelo Brasil”, José Sarney lamenta a morte do fundador do Grupo RIC

Caroline
Caroline Berticelli / Editora
“Durante 50 anos, Mário Petrelli trabalhou pelo Brasil”, José Sarney lamenta a morte do fundador do Grupo RIC
Foto: Reprodução

23 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 23 de abril de 2020 - 00:00

O político maranhense José Sarney, de 90 anos, fez questão de gravar um vídeo para prestar sua última homenagem ao fundador do Grupo RIC, Mário Petrelli. Nas palavras do ex-presidente brasileiro, Petrelli foi um grande empresário e um idealista que nunca deixou de se preocupar com a situação brasileira. (Assista vídeo abaixo)

“É com uma profunda comoção que eu falo da morte do Mário Petrelli. Eu tinha pelo Mário Petrelli uma grande amizade e uma grande admiração pelo trabalho que ele desenvolvia em torno do seu estado, pelo amor que ele tinha pelo seu estado, pela contribuição que ele deu ao empresariado brasileiro, pelo trabalho que ele realizava em benefício do país. Durante 50 anos, o Mário Petrelli trabalhou pelo Brasil. Ele se preocupava pela situação brasileira, ele tinha espírito público, ele vivia pensando nas soluções para os problemas nacionais. Portanto, eu me associo a dor de sua família”, declarou Sarney. 

Mário Petrelli foi diretor-geral de Crédito Industrial e Comercial do Banco do Brasil, em Brasília (DF), de 1985 a 1986, durante o governo Tancredo Neves/José Sarney. Sempre envolvido com a vida política do país, a casa do fundador do Grupo RIC, na capital paranaense, costumava ser palco de discussões que decidiam a vida política estadual. 

Assista: