Notícias

Japão iniciará vacinação na 4ª em meio a falta de seringas especiais

Reuters
Reuters

16 de fevereiro de 2021 - 09:08 - Atualizado em 16 de fevereiro de 2021 - 09:08

Por Kiyoshi Takenaka

TÓQUIO (Reuters) – O Japão iniciará o programa de vacinação contra a Covid-19 na quarta-feira em meio a preocupações de que uma falta de seringas especiais possa levar ao desperdício de milhões de doses da vacina da Pfizer enquanto o país enfrenta a terceira e mais séria onda de infecções.

O chefe do programa de vacinação do Japão, Taro Kono, anunciou o lançamento do programa em entrevista à imprensa na terça-feira após o governo aprovar oficialmente a vacina da Pfizer Inc no domingo, primeira aprovação no Japão.

Mas crescem os temores no Japão de que milhões de doses da vacina da Pfizer possam ser desperdiçadas devido à falta de seringas especiais que maximizam o número de vacinas usadas de cada frasco.

O governo fez pedidos urgentes, mas os fabricantes têm dificuldades de aumentar a produção rápido o suficiente, criando mais uma dor de cabeça para o primeiro-ministro Yoshihide Suga, que sofre com o fraco apoio público.

“Ainda estamos tentando garantir essas seringas especiais”, disse o secretário-chefe de gabinete, Katsunobu Kato.

O programa de vacinação do Japão, último a ser anunciado entre os países do G7, começará com 40 mil trabalhadores médicos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.