Notícias

Japão amplia recuperação econômica com ajuda de exportações e investimentos

Reuters
Reuters
Japão amplia recuperação econômica com ajuda de exportações e investimentos
Pedestres em Tóquio

15 de fevereiro de 2021 - 10:45 - Atualizado em 15 de fevereiro de 2021 - 10:45

Por Leika Kihara e Tetsushi Kajimoto

TÓQUIO (Reuters) – A economia do Japão cresceu mais do que o esperado no quarto trimestre de 2020, ampliando a recuperação de sua pior recessão no pós-guerra graças a uma retomada da demanda externa que fortaleceu as exportações e aos gastos de capital.

Mas a recuperação desacelerou na comparação com o ritmo acentuado do terceiro trimestre, e as restrições de um novo estado de emergência anuviam as perspectivas, sublinhando o desafio enfrentado pelos formuladores de políticas para evitar a disseminação da Covid-19 sem prejudicar uma recuperação frágil, especialmente no combalido setor de consumo.

“As condições são tais que o Japão não conseguirá evitar um crescimento negativo no primeiro trimestre”, disse Takumi Tsunoda, economista sênior da Shinkin Central Bank Research.

“Existe uma possibilidade grande de haver um ciclo repetido de infecções de coronavírus se disseminando e sendo contido neste ano, o que significa que é improvável que o consumo se recupere no ritmo esperado.”

A terceira maior economia do mundo cresceu a um índice anualizado de 12,7% entre outubro e dezembro, mostraram dados do governo nesta segunda-feira, superando a previsão média de 9,5% do mercado.

Foi menos do que o crescimento revisado de 22,7% do trimestre anterior, quando a economia recebeu um impulso da demanda reprimida na esteira de um estado de emergência revogado em maio.

Em todo o ano assolado pelo coronavírus, a economia do Japão se retraiu 4,8%, o primeiro recuo anual desde 2009.

Mas o desempenho japonês entre outubro e dezembro foi mais robusto do que o crescimento de 4% dos Estados Unidos e da queda de 2,8% da zona do euro.

Com dois trimestres seguidos de crescimento forte, a economia do Japão provavelmente recuperou 90% das perdas induzidas pela pandemia, dizem analistas.

“A recuperação do Japão prosseguiu em um ritmo muito mais rápido do que o esperado inicialmente”, disse Yoshiki Shinke, economista-chefe do Instituto de Pesquisa Dai-ichi Life.

(Reportagem adicional de Kaori Kaneko e Daniel Leussink)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1E0NH-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.