Notícias

Pedido de investigação de cheques de Queiroz a Michelle Bolsonaro será arquivado após decisão no STF

Entre os que votaram contra a investigação estão os ministros Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Rosa Weber.

Reuters
Reuters
Pedido de investigação de cheques de Queiroz a Michelle Bolsonaro será arquivado após decisão no STF
Primeira-dama Michelle Bolsonaro participa de cerimônia no Palácio do Planalto

5 de julho de 2021 - 16:39 - Atualizado em 5 de julho de 2021 - 17:01

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) formaram, nesta segunda-feira (5), maioria para arquivar um pedido de investigação para verificar se houve crime em razão de depósitos de cheques feitos na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro por Fabrício Queiroz, ex-assessor do filho primogênito do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), na época em que ele era deputado estadual pelo Rio de Janeiro.

O caso chegou ao STF após o pedido de um advogado, mas o procurador-geral da República, Augusto Aras, votou para rejeitar abrir investigação.

Até o momento, prevaleceu o voto do relator, o decano Marco Aurélio Mello, contrário a uma apuração do caso. Seguiram-no os ministros Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Kassio Nunes Marques, Ricardo Lewandowski e Rosa Weber.

Queiroz, que chegou a ser preso por suspeita de envolvimento em um esquema de desvio de recursos no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, depositou 72 mil reais em cheques na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro entre 2011 e 2018 –período em que é suspeito de operar o chamado esquema da rachadinha.

Além dos valores depositados por Queiroz, a mulher do ex-assessor parlamentar também fez repasses, no valor total de 17 mil reais, à Michelle Bolsonaro, em 2011.

Bolsonaro já reconheceu que os cheques depositados por Queiroz na conta da primeira-dama eram para ele próprio, afirmando serem pagamento de um empréstimo que teria feito a Queiroz.

Por Ricardo Brito

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.