Notícias

Investidores globais devem encerrar 2021 inclinados a risco

Reuters
Reuters
Investidores globais devem encerrar 2021 inclinados a risco
Sinal de Wall Street na bolsa de Nova York

16 de novembro de 2021 - 08:52 - Atualizado em 16 de novembro de 2021 - 08:55

Por Danilo Masoni

MILÃO (Reuters) – Os investidores estão caminhando para o final do ano em clima de apetite por risco, tendo reduzido as alocações em dinheiro vivo e elevado sua posição “overweight” nas ações dos Estados Unidos para uma máxima desde agosto de 2013, mostrou uma pesquisa mensal do BofA com gerentes de fundos.

A inflação continua sendo o maior risco negativo para os mercados, mas uma maioria de 61% acredita que ela é transitória e espera que o Federal Reserve permaneça “bem atrás da curva” na condução de sua política monetária, acrescentou o banco de investimento norte-americano nesta terça-feira.

A pesquisa amplamente observada foi realizada entre 5 e 11 de novembro com investidores que têm um total de 1,2 trilhão de dólares em ativos sob gestão.

“Os investidores não estão esperando que o Fed aperte agressivamente (ou seja, compra da narrativa de Powell sobre inflação transitória e aperto monetário modesto)”, disse o Bofa, acrescentando que os investidores agora projetam em média 1,5 aumento de juros pelo Fed no ano que vem, ante 1,1 no mês passado.

As alocações em dinheiro vivo caíram para 4,4% em novembro, de 4,7% na pesquisa anterior, já que investidores aumentaram sua posição geral “overweight” em ações e reduziram a postura “overweight” em commodities, enquanto permaneceram profundamente “underweight” em relação aos títulos.

A pesquisa destacou o alívio de preocupações sobre uma desaceleração macro, com um total líquido de 3% agora dizendo que a economia global vai melhorar e apenas 6% esperando uma recessão nos próximos 12 meses.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHAF0IG-BASEIMAGE