Ticiana
Ticiana Pereira / Inova Mais

22 de janeiro de 2020 - 00:00

Atualizado em 22 de janeiro de 2020 - 00:00

Inova Mais

Internalizar ou terceirizar a utilização de drones na construção?

Internalizar ou terceirizar a utilização de drones na construção?

A difusão da terceirização

A busca pela terceirização de serviços difundiu-se amplamente em todo o mundo e no Brasil não foi diferente. Por aqui, cerca de 25% da mão de obra é terceirizada.

Vários são os motivos encontrados pelas empresas para terceirizar algum serviço: menor custo com funcionários, redução de custos operacionais, priorização de investimentos e etc.

Fonte: https://www.franciscogomesdasilva.com.br/o-debate-da-terceirizacao/

Mas será que para o universo dos drones a terceirização é de fato uma vantagem para as empresas que precisam dessa solução?

A internalização de soluçoes com drones

Em uma pesquisa realizada, em 2018, nos Estados Unidos, pela Skyward, notou-se uma  tendência das empresas em internalizar o uso de drones ao invés de terceirizar o serviço.

Nos últimos dois anos esse movimento para trazer um programa de drones para “dentro de casa” apresentou um vertiginoso crescimento que pode ser explicado por 3 fatores principais:

  • facilidade de adotar a tecnologia e implantar no empreendimento,
  • facilidade de treinar e capacitar pilotos para a operação, mitigando a necessidade de contratar algum terceiro exclusivamente para o serviço e, finalmente,
  • ROI (Return Over Investment) alcançado com poucos meses.

Mariah Scott, presidente da Skyward, afirmou que o estudo apontou que 88% das empresas que internalizaram as soluções com drones obtiveram o retorno sobre o investimento em um ano ou menos.

“Apenas 20% das empresas que utilizam a tecnologia de drones estão terceirizando seus serviços”, completa

Terceirização x Internalização

A terceirização, de fato, pode se mostrar vantajosa em momentos iniciais mas, a medida que as organizações demonstram maturidade para manusear e tratar a tecnologia de drones, o caminho para a internalização é natural e imprescindível.

Uma grande vantagem que a Smart Sky Tech Hub vê no processo de se criar um departamento interno de drones é a escalabilidade que isto pode acarretar para a empresa.

Uma vez treinado, o departamento terá multiplicadores dentro da própria organização e, a medida que o uso da tecnologia se tornar algo corriqueiro a todos, a transmissão de conhecimento poderá ser feita em grande escala e assim beneficiar cada vez mais a firma.

Outro grande benefício é a centralização dos assuntos relacionados a drone em apenas um setor, facilitando tomadas de decisão e otimizando o uso das aeronaves de acordo com as necessidades da empresa.