Internacionais

Vizinhos chamam a polícia por excesso de barulho em festa realizada por chamada de vídeo

O casal comemorava o aniversário de uma sobrinha por ligação, mas os vizinhos se impressionaram com o barulho e chamaram a polícia pensando que fosse uma aglomeração

Aline
Aline Taveira / Produtora
Vizinhos chamam a polícia por excesso de barulho em festa realizada por chamada de vídeo
(Foto: Reprodução)

21 de setembro de 2021 - 11:09 - Atualizado em 21 de setembro de 2021 - 11:09

Um homem acionou a polícia depois que seus vizinhos estariam, supostamente, fazendo uma festa e descumprindo as restrições impostas pelo lockdown em Auckland, Nova Zelândia. No entanto, quando a polícia chegou, se deparou com um casal comemorando o aniversário de um parente em uma chamada de vídeo.

Após ficarem inicialmente intrigados com a aparição de dois policiais no domingo, mas Tok Tobeck, morador da casa, disse que só depois de um tempo “a ficha caiu” e eles perceberam que os policiais deveriam estar se referindo à festa por ligação, na noite anterior.

“Talvez eles simplesmente não gostem do nosso canto alto e desafinado”, afirmou Tobeck ao New Zealand Herald.

Ela disse que a ligação foi para comemorar o aniversário de 17 anos de sua sobrinha, que ela estava comemorando em Manurewa, do outro lado da região de Auckland.

“A ligação incluiu sua avó, sua mãe e algumas outras tias também. Éramos apenas eu e meu marido aqui, mas talvez fôssemos mais barulhentos do que pensávamos. Cantamos parabéns bem alto e desafinado e na verdade cantamos duas vezes porque minha filha, que mora em Dunedin, se juntou à chamada um pouco tarde”, acrescentou ela.

Ela disse que concorda com as pessoas denunciando os outros se tiverem suspeitas sobre violação das restrições, mas acha que é necessário haver regras mais rígidas sobre o fornecimento de provas, para evitar que a polícia faça visitas desnecessárias.

Refletindo sobre o incidente, Tobeck afirmou que esperava que seus vizinhos simplesmente batessem em sua porta ou deixassem um bilhete na próxima vez que tivessem problemas com a qualidade de sua voz.