Internacionais

Variante brasileira do coronavírus circula em várias regiões do Paraguai, diz ministério

Reuters
Reuters
Variante brasileira do coronavírus circula em várias regiões do Paraguai, diz ministério
Familiares de paciente com Covid-19 perto de hospital em San Lorenzo, no Parguai

25 de março de 2021 - 18:38 - Atualizado em 25 de março de 2021 - 18:41

ASSUNÇÃO (Reuters) – As variantes brasileiras do coronavírus P.1 e P.2 estão circulando em várias regiões do Paraguai e são apontadas como a causa do alto número de infecções nas últimas semanas, afirmou nesta quinta-feira o Ministério da Saúde, que também suspeita da presença da variante britânica.

O Paraguai, que faz fronteira com o Brasil, recebeu um relatório com resultados de amostras enviadas ao país vizinho de pacientes infectados entre janeiro e fevereiro. O relatório confirmou estudos locais sobre as chamadas variantes, especialmente a P1, que surgiu na região de Manaus e é a mais contagiosa.

“Hoje a situação é que no Paraguai, em diferentes departamentos do país, estão circulando as variantes brasileiras”, disse Guillermo Sequera, diretor da Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde Pública, em entrevista coletiva.

“É provavelmente a variante majoritária em circulação”, acrescentou ele, que por enquanto descartou uma variante local e disse ter suspeitas sobre a variante britânica B.1.1.7. “No estudo de sequenciamento completo não foi relatada, então não podemos dizer com certeza.”

Os casos de Covid-19 no Paraguai aumentaram drasticamente em março, deixando os serviços de saúde em colapso. O nível de ocupação dos leitos de terapia intensiva é de 100%, de acordo com o governo, que decretou quarentena rigorosa na Páscoa para conter o índice de contágio.

O país acumulava 200.823 casos de Covid-19 e 3.869 mortes até quarta-feira.

(Por Daniela Desantis)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702))

REUTERS TR AC

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2O1U7-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.