Internacionais

UE busca evitar patentes para aumentar acesso a medicamentos durante crises

Reuters
Reuters
UE busca evitar patentes para aumentar acesso a medicamentos durante crises
.

25 de novembro de 2020 - 12:17 - Atualizado em 25 de novembro de 2020 - 12:20

Por Francesco Guarascio

BRUXELAS (Reuters) – A União Europeia está planejando medidas ousadas para aumentar seu acesso aos medicamentos, desde contornar os direitos de patente em emergências até oferecer incentivos para que as empresas mudem a produção para a Europa, segundo documentos da UE publicados nesta quarta-feira.

As possíveis medidas têm como objetivo enfrentar a escassez crônica de medicamentos que atingiu o bloco por anos e se tornou mais séria com a pandemia de Covid-19 e suas interrupções comerciais e proibições de exportação de remédios.

A Comissão da União Europeia quer procedimentos mais rápidos durante as crises para produzir versões genéricas de medicamentos em Estados da UE sem o consentimento dos detentores de patentes, diz um documento da UE.

O chamado licenciamento compulsório é permitido pelas regras da Organização Mundial do Comércio (OMC) em emergências como uma renúncia aos regulamentos normais e pode ser aplicado durante a pandemia de Covid-19.

“A Comissão vê a necessidade de garantir que sistemas eficazes para a emissão de licenças obrigatórias estejam em vigor, para serem usadas como um último recurso e uma rede de segurança, quando todos os outros esforços para disponibilizar a PI (propriedade intelectual) falharem”, segundo os primeiros documentos desta quarta-feira.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGAO174-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.