Internacionais

Tucuxis do Rio Amazonas correm risco de extinção, alertam ambientalistas

Reuters
Reuters
Tucuxis do Rio Amazonas correm risco de extinção, alertam ambientalistas
Tucuxi na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Maimirauá, no Amazonas

27 de janeiro de 2021 - 11:33 - Atualizado em 27 de janeiro de 2021 - 11:36

Por Luis Jaime Acosta

BOGOTÁ (Reuters) – Os tucuxis que habitam o Rio Amazonas foram classificados como uma espécie ameaçada devido ao risco sério de desaparecerem da região, alertaram ambientalistas.

Os tucuxis estão entre as espécies que mais correm perigo em todo o mundo, e a mudança de classificação para “ameaçada” feita pela União Internacional pela Conservação da Natureza (IUCN) no mês passado disparou alarmes sobre a necessidade de lutar por sua preservação, disse Fernando Trujillo, diretor cientifico da Fundação Omacha da Colômbia, à Reuters na terça-feira.

Os riscos incluem acidentes em redes de pesca, contaminação por mercúrio do garimpo ilegal de ouro e a perda de conectividade fluvial devido à construção de usinas hidrelétricas, detalhou Trujillo.

Os tucuxis agora fazem companhia aos botos cor-de-rosa, que também habitam os rios da região e foram classificados como uma espécie ameaçada dois anos atrás – assim como todas as espécies de botos da América do Sul e da Ásia.

“Passamos meses analisando com vários cientistas, e percebemos que o tucuxi sofre exatamente as mesmas ameaças (que o boto cor-de-rosa), e a escala destas ameaças é considerável”, disse Trujillo, um biólogo marinho.

O tucuxi é encontrado no Rio Amazonas na Colômbia, Equador, Peru e Brasil. Trujillo estima que não existem mais do que 30 mil botos na bacia do Rio Amazonas.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0Q10Q-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.