Internacionais

Sem máscaras, delegações de Quirguistão e Tajiquistão geram desconforto em abertura de Olimpíada

Reuters
Reuters
Sem máscaras, delegações de Quirguistão e Tajiquistão geram desconforto em abertura de Olimpíada
Porta-bandeiras do Quirguistão Kanykei Kubanychbekova e Denis Petrashov durante cerimônia de abertura da Olimpíada de Tóquio 2020

23 de julho de 2021 - 11:24 - Atualizado em 23 de julho de 2021 - 11:26

TÓQUIO (Reuters) – A equipe olímpica do Quirguistão entrou sem máscaras no Estádio Olímpico de Tóquio na cerimônia de abertura dos Jogos nesta sexta-feira, um contraste desconfortável com quase todas as outras delegações que a haviam precedido usando máscaras – e seguindo os protocolos contra a Covid-19.

Apenas um dos atletas do país da Ásia Central cobriu o rosto, com os outros membros da pequena delegação, incluindo dois porta-bandeiras, acenando e sorrindo ao entrarem.

Pouco depois, a equipe do Tajiquistão entrou sem máscaras, e os dois porta-bandeiras do Paquistão também escolheram não cobrir os rostos, ao contrário da vasta maioria dos outros participantes da cerimônia.

Os organizadores da Tóquio 2020 não responderam imediatamente ao pedido por comentários sobre as delegações sem máscaras.

(Por John Stonestreet)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6M0U2-BASEIMAGE