Internacionais

Sem eletricidade, moradores de Louisiana avaliam estragos de furacão Delta

Reuters
Reuters

11 de outubro de 2020 - 12:19 - Atualizado em 11 de outubro de 2020 - 12:19

Por Stephanie Kelly

LAKE CHARLES, Estados Unidos (Reuters) – Moradores do Estado norte-americano de Louisiana continuavam neste domingo a limpeza dos estragos causados pelo furacão Delta e mais pessoas voltavam às suas casas para examinar os danos.

O Delta chegou ao continente na noite de sexta-feira, próximo à cidade de Creole, como um furacão categoria 2, com ventos de 160 quilômetros por hora.

No domingo, a tempestade enfraqueceu, mas continuava a ameaçar com fortes chuvas, afirmou o Centro Nacional de Furacões dos EUA.

O fenômeno cortou eletricidade de mais de meio milhão de habitantes e adicionou mais problemas aos danos que já tinham sido causados pelo furacão Laura em agosto.

Muitos moradores de Lake Charles e de outras regiões fugiram antes da chegada do furacão. Na manhã deste domingo, 9.109 moradores de Louisiana ainda estavam em abrigos, com mais de 8.200 em hoteis e no “mega” abrigo Alexandria, segundo Catherine Heitman, porta-voz do Departamento de Serviços às Crianças e Famílias.

O furacão cortou a maior parte da produção de petrolífera do golfo do México e 62% da produção de gás natural, afirmou o Departamento do Interior dos EUA.