Internacionais

Revezamento da tocha olímpica cria esperança de recuperação econômica em Fukushima

Reuters
Reuters
Revezamento da tocha olímpica cria esperança de recuperação econômica em Fukushima
Revezamento da tocha olímpica em Fukushima, no Japão

26 de março de 2021 - 13:39 - Atualizado em 26 de março de 2021 - 13:41

Por Kiyoshi Takenaka

FUKUSHIMA, Japão (Reuters) – Quando os corredores do revezamento da tocha olímpica chegaram à cidade japonesa de Fukushima nesta sexta-feira, Masahiro Abiko saiu para saudá-los com seus empregados, torcendo para que os Jogos revigorem seu negócio com a fabricação de bandeiras e trajes de festival.

“Desde o início da pandemia de coronavírus, festivais e outros eventos evaporaram. As encomendas de happi (meios casacos usado em ocasiões festivas) não caíram para a metade, nem dois terços, mas para nove décimos”, disse Abiko à Reuters.

“Quero que a Olimpíada ocorra, aconteça o que acontecer”, acrescentou.

O revezamento da tocha começou na quinta-feira e passou por outras partes da região de Fukushima antes de seguir para sua capital.

Abiko ecoa as esperanças de proprietários de negócios de todo o Japão, abalados por restrições de viagem e limites à frequentação de locais de alimentação.

A Olimpíada de Tóquio estava programada originalmente para 2020, mas foi adiada em um ano por causa da pandemia.

Abiko, que tem 27 empregados ocupados em tingir, costurar e passar a ferro, já está testemunhando sinais de recuperação.

“Com a Olimpíada se aproximando, estamos vendo a demanda de bandeiras, de bandeiras do Japão e daquelas de países estrangeiros, aumentando. Não chega a dobrar, mas um aumento substancial”, disse.

Alguns jogos de beisebol e softball acontecerão na cidade de Fukushima, aumentando as esperanças dos comércios locais, mas espectadores internacionais não poderão ingressar no país para assistir os Jogos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2P1IM-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.