Internacionais

Professor é decapitado por pai de aluno; cabeça é encontrada perto da escola

O homem era um professor de história que mostrou caricaturas de Maomé em uma aula sobre liberdade de expressão

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações de agências
Professor é decapitado por pai de aluno; cabeça é encontrada perto da escola
(Foto: Reprodução)

16 de outubro de 2020 - 16:31 - Atualizado em 16 de outubro de 2020 - 16:31

Um professor foi decapitado nesta sexta-feira (16) à tarde perto de Paris, na França, e o suspeito foi morto pela polícia, disse a Procuradoria Nacional Antiterrorista, que investiga o caso.

O homem era um professor de história que mostrou caricaturas de Maomé em uma aula sobre liberdade de expressão, disse uma fonte policial.

O ataque aconteceu por volta das 17h (horário local), perto de uma escola. O acusado de ser o autor do ataque foi morto pela polícia, disse uma fonte judicial.

A Polícia da cidade de Conflans Saint-Honorine, a cerca de 50 km ao noroeste de Paris, foi alertada sobre a presença de um suspeito que rondava uma escola, disse a Procuradoria.

Ao chegar, a polícia encontrou a vítima decapitada a 200 metros da escola. Os policiais tentaram prender um homem que segurava uma faca, mas ele os ameaçou. Os policiais então dispararam contra o suspeito.

Foi estabelecido um perímetro de segurança e o serviço de desminagem foi chamado por suspeita de que o homem estivesse usando um colete explosivo.

A Procuradoria Nacional Antiterrorista abriu uma investigação por “assassinato em conexão com uma empreitada terrorista” e “associação criminosa terrorista”.

O ministro do Interior, Gérald Darmanin, que estava no Marrocos, decidiu voltar a Paris imediatamente. O presidente francês, Emmanuel Macron, visitará Conflans-Sainte-Honorine nesta noite, segundo a presidência. O chefe de Estado visitou antes a unidade de crise instalada no Ministério do Interior.