Internacionais

Príncipe Hamza desafia militares da Jordânia em gravação de áudio

Reuters
Reuters
Príncipe Hamza desafia militares da Jordânia em gravação de áudio
Príncipe Hamza bin Hussein, da Jordânia

5 de abril de 2021 - 12:05 - Atualizado em 5 de abril de 2021 - 12:05

Por Suleiman Al-Khalidi

AMÃ (Reuters) – O príncipe Hamza, da Jordânia, disse em uma gravação de voz divulgada nesta segunda-feira que vai desobedecer as ordens do Exército de não se comunicar com o mundo exterior, depois de ter sido colocado em prisão domiciliar e acusado de tentar desestabilizar o país.

Embora o príncipe Hamza não seja visto como uma ameaça direta ao rei, suas ações sugerem que ele deseja reforçar sua posição com o público jordaniano, após ser removido da sucessão real.

“Com certeza não vou obedecer quando eles dizem que você não pode sair, tuitar ou falar com as pessoas e só tem permissão para ver a família. Espero que essa conversa não seja aceitável de forma alguma”, disse o príncipe na gravação distribuída a amigos e contatos.

“A situação é difícil, o chefe da equipe veio me avisar e eu gravei suas palavras e as distribuí para amigos no exterior e minha família caso algo aconteça, e agora estou esperando para ver o que eles farão”, disse Hamza na gravação.

As autoridades da Jordânia disseram no domingo que o príncipe Hamza havia interagido com pessoas que mantinham contato com partidos estrangeiros em um complô para desestabilizar a Jordânia, um importante aliado dos Estados Unidos, e que ele estava sob investigação há algum tempo.

A situação provavelmente abalará a imagem da Jordânia de um refúgio de estabilidade no imprevisível Oriente Médio.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH340P1-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.