Internacionais

Prevalência da Covid-19 na Inglaterra sobe, mas taxa pode estar desacelerendo

Reuters
Reuters
Prevalência da Covid-19 na Inglaterra sobe, mas taxa pode estar desacelerendo
Pessoas caminham sobre a Ponte de Westminster em meio à pandemia de Covid-19 em Londres

30 de julho de 2021 - 13:38 - Atualizado em 30 de julho de 2021 - 13:41

Por Alistair Smout

LONDRES (Reuters) – A prevalência de infecções de Covid-19 na Inglaterra cresceu e foi estimada em 1 a cada 65 pessoas na semana encerrada em 24 de julho, afirmou o Gabinete Nacional de Estatísticas do Reino Unido (ONS) nesta sexta-feira, acrescentando que a taxa pode ter desacelerado desde então.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, retirou as últimas restrições contra Covid-19 na Inglaterra, apesar da predominância da variante altamente transmissível Delta que preocupa cientistas do mundo inteiro.

A pesquisa de infecções do ONS oferece um panorama mais completo, embora defasado, da pandemia no Reino Unido em uma semana na qual a contagem diária oficial de casos começou a cair, a partir do pico de 54.674 na atual onda, em 17 de julho, 50.955 dos quais na Inglaterra.

“Na Inglaterra, o percentual de pessoas testando positivo para coronavírus continuou a crescer na semana que terminou em 24 de julho de 2021, embora haja possíveis sinais de que a taxa de aumento esteja caindo”, disse o ONS.

A prevalência estimada cresceu de 1 pessoas a cada 75 na semana anterior.

O ONS procura estimar o número de infecções na comunidade além dos que foram testados, o que fornece uma estimativa de prevalência que não é afetada pela flutuação de pessoas fazendo testes.

(Por Alistair Smout)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6T1D0-BASEIMAGE