Internacionais

Portugal exigirá quarentena de passageiros em voos indiretos do Reino Unido e do Brasil

Viagens entre Reino Unido e Brasil já estavam proibidas. Agora é Portugal que impões as restrições.

Reuters
Reuters
Portugal exigirá quarentena de passageiros em voos indiretos do Reino Unido e do Brasil
Alerta sobre Covid em painel de voos no aeroporto de Heathrow, em Londres

6 de março de 2021 - 12:11 - Atualizado em 6 de março de 2021 - 16:17

LISBOA (Reuters) – Passageiros que voarem indiretamente para Portugal do Reino Unido ou do Brasil precisam apresentar um teste negativo para Covid-19 realizado 72 horas antes da viagem e terão que ficar em quarentena por duas semanas depois da chegada a partir de domingo, disse neste sábado o Ministério do Interior.

A medida tem o objetivo de fechar uma brecha que permitiu que viajantes do Reino Unido e do Brasil chegassem a Portugal fazendo escala em um país em que a viagem era autorizada.

Voos comerciais ou privados diretos para e do Reino Unido e Brasil foram proibidos desde janeiro para limitar a disseminação das variantes da Covid-19.

Voos humanitários e de repatriação diretos ainda serão autorizados, mas os passageiros precisam apresentar teste negativo para a Covid-19 realizado 72 horas antes da viagem e fazer quarentena por 14 dias.

As medidas serão revisadas em 16 de março.

(Reportagem de Victoria Waldersee)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.