Caroline
Caroline Berticelli / Editora

10 de novembro de 2019 - 00:00

Atualizado em 10 de novembro de 2019 - 00:00

Internacionais

Vídeo assustador: píton estrangula macaco enquanto bando tenta salvá-lo

Dezenas de pequenos primatas tentaram ajudar o colega em vão; a píton estrangulando o macaco foi registrada na Tailândia

Vídeo assustador: píton estrangula macaco enquanto bando tenta salvá-lo
Arena Mundo RIC

Um vídeo assustador no qual uma píton estrangula um macaco enquanto dezenas de outros pequenos primatas assistem a cena e tentam ajudar o colega viralizou nas última semanas. (Assista abaixo)

A situação foi registrada em um caminho em Prachuab Khiri Khan, sul da Tailândia, no fim de outubro deste ano.

Píton estrangula macaco na frente de turistas

Nas imagens é possível ver a píton se enrola ao redor do macaco, que há poucos minutos brincava no local. O animal ainda tenta se libertar e seus amigos se aproximam e gritam para espantar a serpente, mas ela chega a avançar contra o bando de macacos enquanto mostra as presas. Um idoso que visitava o local também tentou salvar o macaco, mas nem ele foi páreo para a poderosa píton.

O bando de macacos não conseguiu evitar a morte do primata. (Foto: Reprodução/Daily Mail)

No entanto, após matar o macaco, ao contrário do esperado, a píton deixou o local e abandonou a presa. Provavelmente, porque considerou o lugar pouco calmo para fazer uma refeição e descansar. 

Turista filmou píton durante ação por acaso

A turista Supattra Pranimit explicou que fazia um tour pela área quando notou o grande grupo de macacos. Mas foi só ao se aproximar que ele notou que eles estavam em volta de uma píton que estava prestes a devorar um animal do grupo

Um idoso também tentou salvar o macaco. (Foto: Reprodução/Daily Mail)

Pranimit disse que sentiu pena pena do macaco estrangulado pela píton. “Foi emocionante ver os macacos ajudarem o amigo, mas lamento por eles, porque eles não poderiam ter salvado o amigo”, disse ela.

Pítons na  Tailândia

Não está claro que tipo de píton é essa que aparece nas imagens, mas de acordo com o site dos Parques Nacionais da Tailândia, existem três tipos desses répteis endêmicos na nação asiática. São eles:

  • píton-reticulada;
  • píton-birmanesa;
  • Píton-de-Brongersmai. 

Píton-reticulada

A píton-reticulada (nome científico Python reticulatus) é uma espécie de píton comumente encontrada no sudeste da Ásia. Dizem que eles são a cobra mais longa do mundo e estão entre as três principais cobras mais pesadas do mundo.

Como todos as pítons, a píton-reticulada reticulada é um constritor não-venenoso e não é considerado uma ameaça significativa para os seres humanos. No entanto, houve um número de casos de pessoas mortas por píton-reticulada no passado, disseram os Parques Nacionais da Tailândia em sua descrição do réptil.

Píton-birmanesa

A segunda espécie endêmica da Tailândia, conhecida como píton-birmanesa (Python bivittatus), é uma das cinco maiores espécies de cobras do mundo. Esse tipo de píton, comumente encontrado perto da água, mas também em árvores, é conhecido por atingir até 18 pés de comprimento.

Uma espécie amplamente dócil, são répteis poderosos que podem morder ou até matar com sua força constritiva.

Píton-de-Brongersmai

A terceira espécie, a Python brongersmai, vulgarmente conhecido como píton de cauda curta, é a menor das três. A cobra endêmica não-venenosa pode crescer até 8 metros e é mais ativa ao entardecer e ao amanhecer.

Assista ao vídeo:

Cuidado, as imagens podem ser consideradas fortes por algumas pessoas.

*Este conteúdo foi elaborado a partir da matéria publicada originalmente no site Daily Mail