Internacionais

Pedido da França e Alemanha por cúpula com Rússia encontra resistência na UE

Reuters
Reuters
Pedido da França e Alemanha por cúpula com Rússia encontra resistência na UE
Primeiro dia da cúpula da União Europeia em Bruxelas

24 de junho de 2021 - 12:25 - Atualizado em 24 de junho de 2021 - 12:27

Por Robin Emmott e Gabriela Baczynska e Francesco Guarascio e Philip Blenkinsop

BRUXELAS (Reuters) – A França e a Alemanha pediram nesta quinta-feira uma cúpula da União Europeia (UE) com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, mas encontraram firme resistência da Polônia e dos países bálticos, que não confiam no Kremlin.

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse que a primeira cúpula da UE com Putin desde janeiro de 2014 seria uma chance para o diálogo e ganhou o apoio do chanceler austríaco, quando os líderes da UE chegaram para sua reunião em Bruxelas para discutir uma nova estratégia para melhorar as relações com Moscou.

“Precisamos de diálogo para defender nossos interesses… é um diálogo necessário para a estabilidade do continente europeu”, disse Macron.

Líderes da UE também devem pedir à Comissão Europeia e ao principal diplomata da UE, Josep Borrell, “opções para medidas restritivas adicionais, incluindo sanções econômicas” contra a Rússia, de acordo com esboço do comunicado da cúpula visto pela Reuters.

Diplomatas afirmam que novas sanções podem ter como alvo a lavagem de dinheiro russa ou oligarcas poderosos suspeitos de corrupção no exterior, como fez o Reino Unido pela primeira vez em abril.

(Reportagem adicional de Thomas Escritt e Caroline Copley em Berlim e Ekaterina Golubkova em Moscou)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5N0YU-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.