Internacionais

Paraguai expulsará supostos integrantes do PCC detidos na fronteira

Reuters
Reuters
Paraguai expulsará supostos integrantes do PCC detidos na fronteira
Policiais paraguaios em Assunção

24 de março de 2021 - 14:40 - Atualizado em 24 de março de 2021 - 14:41

Por Daniela Desantis

ASSUNÇÃO (Reuters) – O Paraguai informou nesta quarta-feira que expulsará um grupo de brasileiros supostos integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) que foram detidos em uma cidade da fronteira com o Brasil durante “uma assembleia” da organização criminosa para planejar um assalto.

A Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad) disse que entre os 14 detidos na operação levada a cabo na noite de terça-feira na cidade de Pedro Juan Caballero estava Weslley Neres dos Santos, alvo de um mandado de prisão por tráfico internacional de drogas e armas.

“Ele era o objetivo principal e o estávamos seguindo. Estavam em uma assembleia com outros que poderiam ser considerados seu segundo escalão. Ele é o novo líder desta zona”, disse a titular da Senad, Zully Rolón, à rádio ABC Cardinal.

Rolón disse que seis dos detidos são brasileiros e que seriam deportados e entregues à Polícia Federal do Brasil no transcorrer do dia.

Localizada cerca de 450 quilômetros ao norte de Assunção, na fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã, Pedro Juan Caballero é considerado um lugar de trânsito para o tráfico de cocaína onde operam organizações criminosas como o PCC e o Comando Vermelho.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2N1QL-BASEIMAGE