Internacionais

Paquistão cortará voos internacionais em 80% para conter Covid-19

Reuters
Reuters

1 de maio de 2021 - 14:28 - Atualizado em 1 de maio de 2021 - 14:28

ISLAMABAD (Reuters) – O Paquistão reduzirá o número de voos internacionais em seus aeroportos em 80% para ajudar a contar o aumento de casos de Covid-19, afirmou o governo neste sábado.

As restrições entraram em vigor em 5 de maio e permanecerão até 20 de maio, afirmou a Autoridade de Aviação Civil do Paquistão, em um comunicado, embora não tenha especificado quais voos ou destinos serão afetados pela medida.

O controle será revisado em 18 de maio, disse o Governo em um comunicado endossado pelo Centro de Operações do Comando Nacional (NCOC), que supervisiona a resposta do Paquistão à pandemia.

As restrições serão aplicadas a voos fretados e privados e também a serviços programados.

Todos os passageiros internacionais que chegarem aos aeroportos do Paquistão terão que passar por um rápido teste de antígeno (RAT) e também terão que mostrar um teste de PCR conduzido em 72 horas antes de embarcar no voo para o Paquistão.

Passageiros com um teste negativo de Covid ainda terão que passar por uma auto-quarentena por 10 dias.

(Reportagem de Charlotte Greenfield e Asif Shahzad)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.