Internacionais

Papa condena ataque “selvagem” a igreja na França e pede que povo permaneça unido

Reuters
Reuters
Papa condena ataque “selvagem” a igreja na França e pede que povo permaneça unido
.

29 de outubro de 2020 - 14:53 - Atualizado em 29 de outubro de 2020 - 14:55

Por Philip Pullella

CIDADE DO VATICANO (Reuters) – O papa Francisco condenou como “selvagem” um ataque no qual três pessoas foram mortas em uma igreja da França nesta quinta-feira, e o Vaticano afirmou que terrorismo e violência nunca foram aceitáveis.

“Informado sobre o ataque selvagem perpetrado esta manhã em uma igreja em Nice, causando a morte de várias pessoas inocentes, sua santidade, o papa Francisco, se une em oração com o sofrimento das famílias e compartilha sua dor”, disse uma mensagem enviada em nome do pontífice ao bispo de Nice.

Segundo a mensagem, o papa condena “da maneira mais enérgica esses violentos atos de terror” e pediu que o povo francês permaneça unido.

Anteriormente, o porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni, disse que o ataque “semeou a morte em um lugar de amor e consolação”, uma casa de Deus.

“É um momento de dor em tempos de confusão. Terrorismo e violência nunca podem ser aceitos”, afirmou Bruni.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG9S1EK-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.