Internacionais

Onda de calor extremo persiste no oeste dos EUA; Incêndio florestal no Oregon avança

Reuters
Reuters
Onda de calor extremo persiste no oeste dos EUA; Incêndio florestal no Oregon avança
Mulher se refresca na cidade de Portland

12 de julho de 2021 - 20:38 - Atualizado em 12 de julho de 2021 - 20:42

Por Sergio Olmos

PORTLAND (Reuters) – A região oeste dos Estados Unidos teve um quarto dia de calor avassalador nesta segunda-feira, com temperaturas novamente ameaçando quebrar recordes, em meio a incêndios florestais no Estado do Oregon, acometido pela seca, e linhas transmissoras de energia pressionadas pelas altas temperaturas.

O Serviço Nacional do Clima afirmou que a onda de calor, que levou temperaturas de 54 graus Celsius ao Vale da Morte, no Estado da Califórnia, no domingo, provavelmente tinha chegado ao seu pico, e que temperaturas mais moderadas são esperadas até o final da semana. 

“Entretanto, os alertas de calor excessivo continuam em vigor da Califórnia a Utah, já que as leituras continuam bem acima do normal na segunda-feira”, afirmou o serviço em um boletim, prevendo novamente temperaturas altas na região desértica no sudoeste do país. 

A atípica onda de calor, provocada por um sistema de alta pressão persistente, já é a terceira da região neste ano, uma anomalia que muitos especialistas atribuem às mudanças climáticas.

As altas temperaturas vêm enquanto florestas e matagais já se encontram extremamente secos em toda a região oeste após anos de secas graves, contribuindo para o que as autoridades dizem que poderá ser uma temporada intensa de incêndios florestais. 

No Oregon, o chamado incêndio Bootleg queimou mais de 153.000 acres (quase 620 quilômetros quadrados) no entorno e na Floresta Nacional de Fremont-Winema. As equipes de bombeiros tiveram pouco sucesso na contenção das chamas.

O fogo queima ao longo de um corredor de energia de alta voltagem que conecta a rede elétrica do Oregon com a da Califórnia, preocupando autoridades em ambos os Estados com a possibilidade da suspensão do fornecimento de energia para milhares de casas e empresas.

(Reportagem de David Schwartz em Phoenix e Sergio Olmos em Portland)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6B15I-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.