Internacionais

OMS prevê entrega de vacinas contra Covid-19 aos países mais pobres neste trimestre

Reuters
Reuters
OMS prevê entrega de vacinas contra Covid-19 aos países mais pobres neste trimestre
Prédio da OMS em Genebra

15 de janeiro de 2021 - 18:27 - Atualizado em 15 de janeiro de 2021 - 18:31

GENEBRA (Reuters) – Os primeiros lotes modestos de vacinas contra o coronavírus sob o programa Covax para países mais pobres devem ser disponibilizados no primeiro trimestre deste ano, disse o principal cientista da Organização Mundial da Saúde nesta sexta-feira.

“No segundo e terceiro trimestres deste ano é quando realmente vamos começar a ver os volumes”, afirmou Soumya Swaminathan em uma entrevista virtual em Genebra.

A iniciativa Covax – apoiada por OMS, aliança de vacinas Gavi e Coalition for Epidemic Preparedness Innovations – arrecadou 6 bilhões de dólares até agora e encomendou 2 bilhões de doses de vacinas contra Covid-19 com opções de mais 1 bilhão.

Com os países ricos dominando as primeiras entregas, no entanto, a OMS teme que os escassos estoques restantes possam deixar 92 nações de renda baixa e média-baixa abandonadas.

Swaminathan disse que pelo menos 13 fabricantes expressaram interesse em fornecer para Covax e cinco estão em negociações com a OMS. Diversas vacinas estavam sendo avaliadas por sua equipe reguladora.

A vice-diretora-geral da OMS, Mariângela Simão, observou que 38 dos 46 países que iniciaram a vacinação são países de alta renda, enquanto o mundo precisa garantir que todos tenham acesso a vacinas seguras e eficazes.

“Isso não está acontecendo agora em janeiro, mas vai acontecer em breve. Esperamos ter boas notícias para vocês em fevereiro deste ano”, disse.

(Reportagem de Stephanie Nebehay em Genebra e Michael Shields em Zurique)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0E1JR-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.