Internacionais

Novo governo israelense aprova marcha nacionalista em Jerusalém

Reuters
Reuters
Novo governo israelense aprova marcha nacionalista em Jerusalém
Novo governo de Israel

14 de junho de 2021 - 18:40 - Atualizado em 14 de junho de 2021 - 18:41

Por Rami Ayyub e Jeffrey Heller

JERUSALÉM (Reuters) – O novo governo de Israel aprovou nesta segunda-feira uma marcha nacionalista judaica em Jerusalém, uma medida que arrisca inflamar as tensões com os palestinos apenas horas depois que o líder veterano Benjamin Netanyahu passou o cargo para o novo primeiro-ministro Naftali Bennett.

Em uma passeata com bandeiras, planejada para terça-feira, grupos de extrema-direita irão marchar por dentro e em volta da Cidade Antiga, em Jerusalém, onde as tensões continuam altas desde os 11 dias de combates entre Israel e militantes de Gaza em maio. 

Facções palestinas convocaram um “dia de fúria” contra a marcha de Jerusalém, com as memórias dos conflitos entre a polícia de Israel ainda frescas do mês passado, no contestado complexo da Mesquita de Al-Aqsa na cidade, e em uma vizinhança onde palestinos ainda estão enfrentando despejos em uma disputa na Justiça.

“Isso é uma provocação ao nosso povo e uma agressão contra nossa Jerusalém e nossos locais sagrados”, disse o primeiro-ministro palestino, Mohammad Shtayyeh, sobre a marcha.

Depois de se reunir com o chefe de polícia e outras autoridades de segurança de Israel, o novo ministro de Segurança Interna, Omar Barlev, aprovou a manifestação e disse que a polícia está bem preparada, de acordo com um comunicado emitido pela imprensa israelense. 

“(Grandes) esforços estão sendo empreendidos para preservar a delicada estrutura da vida e da segurança pública”, disse Barlev segundo as publicações. 

Não ficou claro se os participantes poderiam adentrar o bairro muçulmano da Cidade Antiga, em uma rota anteriormente barrada pela polícia israelense. Um porta-voz da polícia não comentou de imediato.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5D16B-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.