Internacionais

Mulher declarada morta por Covid-19 reaparece viva 10 dias depois

A família da mulher, de 85 anos, chegou a fazer um enterro com o caixão lacrado; notícia pegou todos de surpresa

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do Correio da Manhã
Mulher declarada morta por Covid-19 reaparece viva 10 dias depois
(Foto: Lusa)

25 de janeiro de 2021 - 20:03 - Atualizado em 25 de janeiro de 2021 - 20:03

A família de Rogelia Blanco, 85 anos, ficou arrasada com a notícia de que ela havia morrido de Covid-19, depois de ser infectada em um asilo na Galiza, cidade da Espanha. A informação da morte da mulher foi confirmada pela direção do asilo no dia 13 de janeiro deste ano.

No entanto, 10 dias depois, uma notícia para lá de boa. A mulher estava viva e tinha se recuperado da Covid-19. A família não acreditou. Poucos dias antes, logo depois da notícia da “morte” da idosa, a família organizou um funeral e o enterro de Rogelia. Por causa da Covid-19, o caixão estava lacrado.

No último sábado (23), Rogelia voltou para o asilo, depois de passar alguns dias internada no hospital. A direção da instituição classifica o episódio como “infeliz” e diz que houve uma confusão na identificação.

Ainda de acordo com a direção do asilo, o erro de informação foi causado pelo hospital. Foi a mulher que estava internada no hospital ao lado de Rogelia que morreu e foi enterrada pela família.

A família diz que ainda está estudando quais serão os próximos passos diante da situação. Confira mais informações no Correio da Manhã.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.