Internacionais

Motorista desmaia ao descobrir corpos de 39 indivíduos em caminhão

Mo Robinson acabou preso como suspeito de cometer os assassinatos

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora

24 de outubro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 24 de outubro de 2019 - 00:00

Um motorista identificado como Mo Robinson, de 25 anos, desmaiou ao descobrir 39 corpos no caminhão que dirigia em Grays, em Essex, no Reino Unido.

De acordo com o The Mirror, o indivíduo teria desmaiado logo depois de ligar para a polícia pedindo socorro. A princípio, todos os corpos seriam de imigrantes chineses, sendo 31 homens e oito mulheres.

Motorista desmaia ao descobrir corpos em caminhão, no Reino Unido

Conforme a polícia, o caminhão teria vindo da Bélgica, e o homem teria pego o veículo no porto de Purfleet, no Reino Unido. 

Mo Robinson acabou preso como suspeito de cometer os assassinatos

No momento, a polícia de Essex está investigando as mortes com a ajuda da Agência Nacional de Crimes e do PSNI na Irlanda do Norte, cidade natal do indivíduo. 

Nesta quinta-feira (24), detetives alegaram que não sabem como ou quando as vítimas encontradas subiram a bordo do caminhão.

Motorista desmaia descobrir corpos

(Foto: reprodução PA/Portal The Mirror)

Caminhão com corpos saiu da Bélgica

Além disso, a investigação descobriu que o contêiner chegou ao porto de Zeebrugge, na Bélgica, na terça-feira às 14h49, e deixou o local para ir a Inglaterra no mesmo dia.

No momento, a investigação estuda o trajeto feito pelo caminhão, incluindo indivíduos participantes da organização do transporte.

Em um comunicado, autoridades da Bélgica afirmaram que continuam trabalhando com a polícia do Reino Unido para descobrir o que houve. 

De acordo com Eric Van Duyse, porta-voz do Ministério Público, não está claro quanto tempo o caminhão passou na Bélgica até chegar no Reino Unido.

“No momento, não temos ideia de quanto tempo o caminhão passou na Bélgica, pode ter sido horas ou dias, simplesmente não sabemos”.

Por fim, um relatório da NCA sobre crimes graves e organizados disse que havia um  aumento do número de contrabandistas na Bélgica após o fechamento do campo de imigrantes de Dunquerque, em 2017.

Em 2000, 58 migrantes chineses foram encontrados sufocados até a morte em um caminhão.