Internacionais

Morte de Jaime Lerner repercute na mídia internacional

Arquiteto e urbanista faleceu na madrugada desta quinta-feira (27), aos 83 anos

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

A morte do ex-governador do Paraná e ex-prefeito de Curitiba causou repercussão na mídia internacional. A notícia do falecimento em decorrência da doença renal crônica foi registrado em importantes jornais dos Estados Unidos, França, Suíça, Colômbia, Hungria, Espanha, Portugal e México.

Estados Unidos

O site americano Archdaily destacou a influência de Lerner como arquiteto e urbanista. O portal Hola News, voltado ao púbico latino, relatou a história e relevância do ex-governador para o estado do Paraná.

Espanha

Na página espanhola do Archdaily, foi destacado o sistema de mobilidade urbana inovador para a cidade de Curitiba.

México

A versão mexicana do Archdaily, destacou que as inovações feitas por Lerner em Curitiba ganharam o mundo. Enquanto o diário Contra Réplica frisou o sistema de transporte público criado pelo arquiteto e urbanista.

Portugal

O site Público de Portugal publicou sobre a cultura da humanização e dos espaços públicos de Lerner.

França

Os portais franceses La Rép des Pyrénées, Information e Challenges destacaram os prêmios recebidos pelo ex-governador. Os sites France 24 e RFI, por sua vez, contou sobre o projeto de sustentabilidade criado por Lerner para a cidade de Curitiba. Já

Suíça

O portal SwissInfo descreveu a trajetória de sucesso de Lerner como arquiteto e urbanista.

Colômbia

O site colombiano La Silla Llena ressaltou as soluções criativas criadas pelo arquiteto para o lixo, além da criação de oportunidades para populações de baixa renda.

Hungria

O site Mandiner relatou a história do ex-governador e sua influência na integração urbana de Curitiba

Jaime Lerner

Formado pela Escola de Arquitetura da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 1964, Lerner foi responsável pela criação do Instituto de Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), em 1965, e participou da estruturação do Plano Diretor de Curitiba, o qual resultou na revolução física e social da cidade.

Em 1971, foi nomeado prefeito de Curitiba pela primeira vez. Foi nessa gestão que implantou o Sistema Integrado de Transporte Coletivo, reconhecido internacionalmente por sua eficiência, qualidade e baixo custo. Nas duas gestões seguintes, de 1979 a 1983 e de 1989 a 1992, Lerner intensificou seu programa de avanços sociais e projetou a capital paranaense para o mundo como um dos símbolos de qualidade de vida. 

Em 1994, ele foi eleito governador do Paraná e se reelegeu em 1998. Assim, promoveu uma das maiores transformações econômicas e sociais da história, o que garantiu ao estado o prêmio Criança e Paz da Unicef, para os programas “Da Rua para a Escola”, “Protegendo a Vida” e “Universidade do Professor”.

Lerner também foi presidente da União Internacional dos Arquitetos (UIA), entre 2002 e 2005.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.