Internacionais

Ministro da Saúde da Índia renuncia, e Modi prepara reforma de gabinete

Reuters
Reuters
Ministro da Saúde da Índia renuncia, e Modi prepara reforma de gabinete
Mulher passa em frente à pintura do primeiro-ministro indiano Narendra Modi, em Mumbai, um dia antes do início da campanha de vacinação contra a Covid-19 na Índia

7 de julho de 2021 - 11:33 - Atualizado em 7 de julho de 2021 - 11:36

NOVA DÉLHI (Reuters) – O ministro da Saúde da Índia renunciou antes de uma reforma de gabinete nesta quarta-feira, disseram autoridades, e o primeiro-ministro Narendra Modi almeja revigorar um governo que é muito criticado pela maneira como lida com a pandemia de coronavírus.

Harsh Vardhan saiu, disse uma fonte próxima do ministro, pagando o preço político das dificuldades do governo em lidar com uma segunda onda devastadora de infecções de coronavírus.

Reportagens da mídia disseram que uma mudança também é possível no Ministério do Trabalho.

As pastas de Finanças, Relações Exteriores, Interior e Defesa, porém, dificilmente sofrerão alterações, de acordo com as reportagens.

Antes de anunciar sua primeira reforma ministerial desde que conquistou um segundo mandato em 2019, Modi consultou líderes de seu partido Bharatiya Janata, disse uma autoridade governamental.

A estatal All India Radio disse que Modi deve nomear membros mais jovens de seu partido como ministros e também dar uma representação maior às mulheres.

O governo Modi enfrenta suas críticas mais contundentes em anos desde que as infecções e mortes dispararam em abril e maio, sobrecarregando hospitais e crematórios.

(Por Nigam Prusty e Aftab Ahmed)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH660UA-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.