Internacionais

Juíza dos EUA ordena que dois condados da Geórgia parem de barrar eleitores antes de 2º turno

Reuters
Reuters
Juíza dos EUA ordena que dois condados da Geórgia parem de barrar eleitores antes de 2º turno
Cartazes das campanhas a uma cadeira pela Geórgia no Senado dos EUA dos candidatos republicanos David Perdue e Kelly Loeffer

29 de dezembro de 2020 - 10:29 - Atualizado em 29 de dezembro de 2020 - 10:30

(Reuters) – Uma juíza federal dos Estados Unidos ordenou na segunda-feira que dois condados da Geórgia revertam uma decisão de retirar milhares de eleitores das listas antes de um segundo turno programado para 5 de janeiro que determinará qual partido político controlará o Senado do país.

Os condados parecem ter confiado indevidamente em dados de mudança de endereço sem confirmação para invalidar os registros, disse a juíza Leslie Abrams Gardner na ordem apresentada na noite de segunda-feira ao tribunal distrital do Distrito Médio da Geórgia.

“Os réus estão proibidos de retirar quaisquer eleitores questionados dos condados de Ben Hill e Muscogee das listas de registros com base em dados da Mudança Nacional de Endereço”, escreveu Gardner – que é irmã da ativista democrata Stacey Abrams, que perdeu uma eleição ao governo da Geórgia em 2018.

A maior parte dos registros que os condados queriam retirar, mais de 4 mil deles, pertencem ao condado de Muscogee, que o presidente eleito, Joe Biden, venceu com facilidade em novembro, noticiou o Político.

Outros 150 pertencem ao condado de Ben Hill, onde o presidente norte-americano, Donald Trump, venceu com uma margem ampla, acrescentou a reportagem.

Quase 2,1 milhões de pessoas já depositaram seus votos para o segundo turno do Senado na Geórgia. Os desafiantes democratas Raphael Warnock e Jon Ossoff disputam os assentos ocupados pelos republicanos Kelly Loeffler e David Perdue, respectivamente.

(Por Kanishka Singh em Bengaluru)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGBS0N1-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.