Internacionais

Jovem mata a família inteira para faculdade fake não ser descoberta

O crime ocorreu às vésperas da data em que todos acreditavam que ele se formaria em engenharia; em vez de frequentar a universidade, ele passava os dias em shopping center, na academia e jogando videogame

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Jovem mata a família inteira para faculdade fake não ser descoberta
Avó, irmã, mãe e pai foram mortos pelo falso universitário. (Foto: Reprodução/The Star)

28 de outubro de 2020 - 19:32 - Atualizado em 28 de outubro de 2020 - 19:42

Um jovem de 23 anos matou sua família para que eles não descobrissem que ele fingiu frequentar as aulas de uma faculdade por anos em Toronto, no Canadá. O crime ocorreu às vésperas da data em que todos acreditavam que rapaz se formaria em engenharia

De acordo com o The Mirror, Evil Menhaz Zaman abandonou o curso na universidade devido a notas baixas e enganou a família a partir daí. Enquanto mentia estar na universidade, ele, na verdade, passava os dias em shopping center local, na academia e jogando videogame. 

Em uma audiência na última segunda-feira (25), foi recomendado que ele seja condenado a prisão perpétua sem chance de liberdade condicional por 40 anos pelos quatro assassinatos. 

Evil matou brutalmente sua mãe Momotaz Begum, de 50 ano, o pai Moniruz Zaman, de 59 anos, a irmã Malesa Zaman, de 21 anos, e sua avó Firoza Begum, de 70 anos, em julho de 2019.

No dia do crime, segundo seu próprio testemunho, ele assassinou primeiro sua mãe e avó. Elas tiveram suas gargantas cortadas depois de sofrerem um forte golpe na cabeça. Na sequência, o jovem ficou jogando videogame enquanto esperava que seu pai e irmã chegassem do trabalho para concluir o crime.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.