Internacionais

Japão alerta sobre Taiwan e ameaça crescente de rivalidade entre EUA e China

Reuters
Reuters
Japão alerta sobre Taiwan e ameaça crescente de rivalidade entre EUA e China
Bandeiras do Japão em Tóquio

13 de julho de 2021 - 10:18 - Atualizado em 13 de julho de 2021 - 10:21

Por Tim Kelly

TÓQUIO (Reuters) – Tensões militares crescentes no entorno de Taiwan, além da rivalidade econômica e tecnológica entre a China e os Estados Unidos, ameaçam a paz e a estabilidade no leste da Ásia agora que o equilíbrio de poder se inclina a favor de Pequim, disse o Japão em sua avaliação de defesa anual.

“Mais do que nunca, é necessário que prestemos muita atenção à situação com um sentimento de crise”, disse o documento em uma nova seção sobre Taiwan. “Em particular, a concorrência em campos tecnológicos provavelmente se tornará ainda mais intensa”, disse o texto a respeito das tensões entre EUA e China.

A avaliação de defesa, que foi aprovada pelo governo do primeiro-ministro Yoshihide Suga nesta terça-feira, aponta a China como a maior preocupação de segurança do Japão. A escalada recente das atividades militares de Pequim perto de Taiwan preocupa Tóquio, já que a ilha é próxima de Okinawa, no extremo oeste do arquipélago japonês.

Neste mês, o presidente chinês, Xi Jinping, prometeu completar a “reunificação” com Taiwan, e em junho criticou os EUA por serem “criadores de riscos” depois que os norte-americanos enviaram um navio de guerra ao Estreito de Taiwan, que separa a ilha da China continental.

Também neste mês, o vice-premiê e ministro das Finanças japonês, Taro Aso, disse em um discurso noticiado pela mídia nacional que seu país deveria unir forças com os EUA para defender Taiwan de qualquer invasão, e mais tarde disse que qualquer contingência a respeito de Taiwan deveria se resolvida através do diálogo quando indagado sobre os comentários –que Pequim refutou.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6C0R7-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.