Internacionais

Itália envia Plano de Recuperação à comissão da UE em cima da hora

Reuters
Reuters

1 de maio de 2021 - 13:24 - Atualizado em 1 de maio de 2021 - 13:24

ROMA (Reuters) – A Itália enviou seu Plano de Recuperação à Comissão Europeia no fim da sexta-feira, afirmou um porta-voz do governo, nos últimos momentos para cumprir cumprir o prazo de 30 de abril que Bruxelas estabeleceu para receber o documento dos 27 países da União Europeia.

Os planos são pré-requisito para receber dinheiro do fundo de 750 bilhões de euros em pagamentos únicos da UE para ajudar seus estados-membros a se recuperarem da pandemia de coronavírus e dar ao continente uma economia mais verde, digital e resistente. A Itália, entre os países mais atingidos pela Covid-19, tem direito a cerca de 205 bilhões de euros, a maior fatia do bolo oferecida oferecida a qualquer país da UE.

Roma tem travado negociações intensas com a Comissão nas últimas semanas para superar as preocupações de Bruxelas de que seu plano não tem detalhes suficientes sobre reformas estruturais e como seriam colocadas em prática. A Comissão tem dois meses a partir do momento em que recebe o plano nacional para checar se ele cumpre os critérios.

Ministros financeiros da UE então têm mais um mês para avaliá-lo.

Não se espera que nenhum financiamento da UE seja distribuído antes de julho.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.