Internacionais

Homem que cortou a namorada e arrancou os pontos com os dentes a violentou até depois de preso

Durante 19 meses, Walker praticou diversas violências como socar, chutar, cortar, morder e sufocar a namorada Antonia enquanto ela tomava banho

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com informações do Daily Records e supervisão de Caroline Berticelli
Homem que cortou a namorada e arrancou os pontos com os dentes a violentou até depois de preso
Homem que cortou a namorada e arrancou os pontos com os dentes a violentou até depois de preso (Foto: Reprodução)

14 de setembro de 2021 - 18:52 - Atualizado em 14 de setembro de 2021 - 18:55

Euan Walker, de 27 anos, está preso desde 2019, por ter praticado uma série de crueldades contra sua namorada, Antonia Gillespie, de 21 anos, mas os crimes chocantes cometidos por ele só vieram a público recentemente. Entre os absurdos, está a ocasião em que ele cortou a mulher com um caco de vidro e despois arrancou os pontos de sutura, feitos pelos médicos, com os próprios dentes.

Segundo as informações apuradas pelo Daily Records, durante 19 meses, Walker socou, chutou, cortou, mordeu e sufocou a jovem enquanto ela tomava banho. O xerife de Hamilton, cidade da Escócia onde as violências ocorreram, contou que, em uma ocasião, o homem chegou a colocar o rosto da vítima nas fezes do cão de estimação.

Crime confesso

Walker admitiu ter agredido Antonia e dirigido uma conduta abusiva contra ela entre maio de 2018 e julho do ano passado. Ele foi preso em 2019, e neste meio tempo, ambos reataram o relacionamento, mas logo terminaram porque ele continuou os ataque violentos dentro da prisão.

“Ela descreve ter sido agredida na época em que ele foi preso em 2019. Em várias ocasiões, ele segurou uma faca em sua garganta e ameaçou matá-la”,

informou os oficiais.

Quando ela o largou, ele postou uma foto sexualmente explícita dela no Facebook e avisou: “Se eu não posso ter você, ninguém pode”.

Ao prendê-lo, as autoridades locais afirmam que as acusações revelam uma campanha orquestrada e implacável de abusos contra duas mulheres. O acusado também admitiu ter um comportamento abusivo em relação a uma namorada anterior.

“Envolveu atos repetidos de violência grave, controle de comportamento e inúmeras ofensas que prejudicaram, degradaram e humilharam essas mulheres. É abuso do tipo mais grave ser processado. É claro que você representa um sério perigo para o público, especialmente para as mulheres com quem você mantém um relacionamento”, escreveram os promotores em parte da denúncia.

Durante o julgamento, os relatos de Antonia impressionaram os presentes, incluindo uma vez na qual o criminoso tirou um piercing do nariz da jovem a força. Ela ainda relatou foi ao hospital várias vezes e, e, uma ocasião, chegou a receber um cartão de aconselhamento de enfermeiras, que suspeitaram que ela era uma vítima de violência doméstica.

A defesa de Walker afirma que o homem ficou traumatizado pela morte de uma ex-namorada por overdose e, por isso, teria cometido os crimes.