Internacionais

Homem quase é engolido vivo por baleia durante passeio com a família

O turista caiu no oceano enquanto o grande mamífero marinho se alimentava com iscas de sardinha

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Homem quase é engolido vivo por baleia durante passeio com a família
Foto: Reprodução/Daily Mail

13 de abril de 2021 - 15:58 - Atualizado em 13 de abril de 2021 - 16:06

Um homem quase foi engolido vivo por uma baleia quando participava de uma excursão de observação de mamíferos marinhos na costa da África do Sul. Marino Gherbavaz, de 51 anos, estava com familiares quando a cena dramática ocorreu em 3 de abril. (Veja o vídeo abaixo)

Segundo a filha de Marino, eles estavam observando e alimentando um grupo de golfinhos com sardinhas, mas uma baleia surgiu das profundezas para pegar um pedaço de peixe e acabou atingindo o barco. Com o impacto, ele foi lançado ao mar e caiu no meio das iscas usadas para atrair os animais. 

“Quando percebi que era meu pai na água, entrei em pânico. Eu não conseguia entender por que ele estava no oceano. Ele normalmente não é do tipo que faz um espetáculo, então fiquei muito confusa”, conta Gillian.

Por sorte, um bote que estava na área conseguiu tirar Marino da água antes que a baleia voltasse para a segunda abocanhada de alimentos. “Havia outro bote de borracha no local e eles vieram ajudar meu pai. Foi muito rápido, e ele estava de volta ao barco antes que eu tivesse uma chance real de me preocupar”, completou a filha. 

As baleias normalmente se alimentam de pequenos animais marinhos, como sardinhas e plâncton, e não caçam animais maiores. Mas elas engolem acidentalmente criaturas maiores, como pássaros, enquanto participam de caçadas. 

Um dos organizadores do passeio explicou que a baleia poderia ter afundado o barco com os turistas já que a embarcação chegou a ficar com um buraco. “Felizmente a baleia não nos atingiu no meio, caso contrário, o barco estaria em sérios problemas. Foi um golpe rápido para o lado. Ainda deixou um buraco no barco, mas já consertamos isso e entramos com um relatório com a guarda costeira imediatamente”, explicou Lloyd Edwards. 

Assista ao vídeo:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.