Internacionais

Homem com medo da Covid-19 recusa liberdade condicional e prefere ficar preso

Com medo de novos surtos, a Suprema Corte da Índia havia determinado o esvaziamento das prisões em 8 de maio

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do Indian Express
Homem com medo da Covid-19 recusa liberdade condicional e prefere ficar preso
(Foto: Niharika Kulkarni/Reuters)

2 de junho de 2021 - 16:37 - Atualizado em 2 de junho de 2021 - 16:38

O indiano Ashish Kumar, que cumpre pena de seis anos na prisão de Meerut, cidade do estado de Utar Pradexe, na Índia, recusou a oportunidade de entrar em liberdade condicional. Aos policiais, ele se justificou dizendo que, dentro do presídio, se sentia mais seguro, considerando a grave situação da pandemia da Covid-19 em seu país. 

De acordo com o site Indian Express, ele não foi o único. Cerca de outros 21 indianos presos em penitenciárias de Utar Pradexe declaram às autoridades que preferiam continuar encarcerados, pois se sentiam mais seguros. 

“Se eles saírem, eles não terão acesso fácil a comida e a atendimento de saúde, o que eles conseguem dentro das prisões”,

explicou Anand Kumar, Diretor Geral do sistema penitenciário da Índia.

A Suprema Corte indiana havia decidido no dia 8 de maio esvaziar as prisões do país para evitar surtos da Covid-19 entre os encarcerados.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.