Internacionais

Governo da Índia convida agricultores em protesto para negociação na quinta-feira

Reuters
Reuters

28 de novembro de 2020 - 16:05 - Atualizado em 28 de novembro de 2020 - 16:05

Por Danish Siddiqui e Nidhi Verma

NOVA DÉLHI (Reuters) – O governo da Índia convidou no sábado os líderes dos sindicatos de agricultores em protesto para conversas na próxima semana para tratar das preocupações sobre novas leis que buscam desregulamentar o grande setor agrícola do país.

Os agricultores chegaram em caminhões, ônibus e tratores no sábado à fronteira de Singhu em Délhi com o Estado de Haryana e bloquearam a principal rodovia do norte para a capital. Eles gritavam slogans contra o governo do primeiro-ministro Narendra Modi e agitavam bandeiras vermelhas, amarelas e verdes dos sindicatos.

O governo mobilizou centenas policiais e paramilitares em resposta.

“Garanto aos agricultores que protestam que o governo da Índia está disposto a conversar sobre seus problemas. Representantes dos agricultores foram convidados para uma discussão no dia 3 de dezembro”, disse o ministro do Interior, Amit Shah, em comunicado no sábado.

A oferta ocorre um dia depois de um acordo de que os fazendeiros poderiam se manifestar na capital, em meio a protestos contra leis que os fazendeiros temem que possam lhes tirar os preços mínimos garantidos de seus produtos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.