Internacionais

Excesso de cloro em piscina deixa seis crianças em estado grave

Foi despejada uma quantidade 250 vezes maior de cloro do que o indicado para a quantidade de água que havia no local

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do The Mirror
Excesso de cloro em piscina deixa seis crianças em estado grave
As roupas das vítimas ficaram abandonas do vestiário da piscina. (Foto: Reprodução)

7 de dezembro de 2020 - 16:27 - Atualizado em 7 de dezembro de 2020 - 17:41

Seis crianças estão lutando por suas vidas depois de nadarem em uma piscina com excesso de cloro. Pelo menos 30 pessoas foram envenenadas devido a um suposto erro cometido por funcionários responsáveis ​​pela limpeza da piscina pública em Astrakhan, no sul da Rússia.

Conforme as autoridades que cuidam do caso, foi despejada uma quantidade 250 vezes maior de cloro do que o indicado para a quantidade de água que havia no local. 

A maioria dos pacientes foi levada ao hospital para tratamento de problemas respiratórios e olhos doloridos e irritados. No entanto, as seis crianças que estão em estado grave precisaram de tratamento intensivo com suporte de oxigênio. 

Muito cloro em uma piscina pode causar intoxicação para quem entrar em contato com a água, mas os gases da evaporação também podem ser tóxicos dependendo da concentração da substância. 

Os sintomas de envenenamento por cloro podem incluir vômitos, náuseas, sensação de queimação, irritação nos olhos, dificuldade em respirar e dor no peito.

A piscina foi fechada e um processo criminal foi aberto para investigar o caso.