Internacionais

Ex-amante de rei emérito da Espanha diz que espião da corte a ameaçou

Reuters
Reuters
Ex-amante de rei emérito da Espanha diz que espião da corte a ameaçou
Rei emérito da Espanha Juan Carlos

15 de janeiro de 2021 - 18:25 - Atualizado em 15 de janeiro de 2021 - 18:26

Por Belén Carreño e Emma Pinedo

MADRI (Reuters) – Uma antiga amiga e amante do rei emérito espanhol Juan Carlos afirmou em depoimento sob juramento na sexta-feira que o chefe do serviço de inteligência a ameaçou enquanto ele tentava recuperar documentos financeiros envolvendo a família real em 2012.

A cidadã dinamarquesa Corinna zu Sayn-Wittgenstein disse a um tribunal de Madri por meio de um link de vídeo de Londres que teve um “relacionamento amoroso” com Juan Carlos – que abdicou em 2014 e deixou a Espanha em agosto passado sob uma nuvem de escândalo – e recebeu informações financeiras não especificadas e documentos dele.

A empresária testemunhou em um julgamento por calúnia impetrado pelo ex-chefe do Centro Nacional de Inteligência (CNI), general Félix Sanz Roldán, contra o ex-comissário de polícia José Manuel Villarejo, que está no centro de vários escândalos de espionagem econômica e política na Espanha.

Villarejo, que está na prisão aguardando julgamento em um outro caso, afirmou em um programa de TV em 2017 que Sanz Roldán havia ameaçado a vida de Corinna e de sua família.

Sanz Roldán classificou as acusações de “mentirosas”.

(Reportagem de Belén Carreño e Emma Pinedo)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0E1JQ-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.