Internacionais

Europa precisa acelerar esforços na luta contra coronavírus, diz OMS

Reuters
Reuters
Europa precisa acelerar esforços na luta contra coronavírus, diz OMS
Mike Ryan, da OMS, em entrevista coletiva em Genebra

26 de outubro de 2020 - 18:03 - Atualizado em 26 de outubro de 2020 - 18:05

Por Stephanie Nebehay

GENEBRA (Reuters) – A Europa precisa de uma “aceleração séria” dos esforços na luta contra o coronavírus, e a falta de capacidade de rastreamento de contatos poderia levar a doença à escuridão no continente, disse uma importante autoridade da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda-feira. 

O quadro europeu é implacavelmente sombrio, à medida que uma série de países reportam altas recordes de casos, liderados pela França, que registrou mais de 50 mil novos caso diários pela primeira vez no último domingo, enquanto o total de mortes no continente ultrapassou a marca de 250 mil. 

O continente, que compreende 46 países membros da OMS, representa 46% do número de casos globais e quase um terço das mortes, disse Mike Ryan, principal especialista em emergências da OMS. 

“Atualmente estamos bem atrás do vírus na Europa, então, para passar à frente dele, precisamos acelerar seriamente no que vamos fazer”, disse Ryan em entrevista coletiva. 

A capacidade clínica para administrar os pacientes hospitalizados aumentou na Europa e o número de mortes é “muito, muito baixo”, disse Ryan, fazendo reverência aos sistemas e profissionais de saúde.

“Mas estamos vendo um grande número de casos, estamos vendo a doença se espalhar, taxas de positividade muito, muito altas e uma capacidade cada vez menor de fazer qualquer tipo de rastreamento de contato, o que irá empurrar a doença para a escuridão”, disse. 

(Reportagem adicional de Michael Shields e Kate Kelland)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG9P1N1-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.