Internacionais

EUA alertam para disparada de Covid-19; Biden anuncia progresso da vacinação

Reuters
Reuters
EUA alertam para disparada de Covid-19; Biden anuncia progresso da vacinação
Biden fala na Casa Branca

29 de março de 2021 - 16:36 - Atualizado em 29 de março de 2021 - 16:40

Por Jeff Mason e Carl O’Donnell

WASHINGTON (Reuters) – Autoridades dos Estados Unidos apelaram nesta segunda-feira para que os norte-americanos tomem precauções para evitar a disseminação da Covid-19 em meio a um aumento de casos em todo o país, e o presidente, Joe Biden, anunciou que mais cidadãos estarão aptos para ser vacinados em breve.

Biden disse nesta segunda-feira que 90% dos adultos dos EUA estarão habilitados a receber uma vacina até 19 de abril.

Falando na Casa Branca, Biden afirmou que parte do “comportamento imprudente” que viu na televisão nas últimas semanas, uma possível referência a estudantes universitários em férias em Miami, significa que mais infecções serão relatadas nos próximos dias.

Ele pediu a líderes locais que restabelecessem a obrigatoriedade das máscaras.

Enquanto isso, a doutora Rochelle Walensky, diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças do EUA (CDC), exortou com voz emocionada que autoridades públicas e outro divulguem a seriedade da situação na tentativa de evitar uma quarta onda da Covid-19.

Os EUA ultrapassaram o total de 30 milhões de casos de Covid-19 no domingo, e a média de sete dias de casos novos ficou um pouco abaixo de 60 mil por dia, disse ela – o que representa um aumento de 10% na comparação com o período anterior de sete dias. As hospitalizações também cresceram e as mortes começaram a aumentar.

“Neste momento, estou assustada”, disse Walensky aos repórteres em uma entrevista coletiva ao dizer que iria “sair do roteiro”.

Autoridades atribuíram a elevação ao fato de Estados estarem reativando as economias e relaxando as restrições da pandemia prematuramente.

Quanto à manutenção das medidas preventivas, o doutor Anthony Fauci, especialista em doenças infecciosas, disse: “Será uma corrida entre a vacina e o que está acontecendo com a dinâmica do surto, e podemos vencer só sendo um pouco mais pacientes”.

(Reportagem adicional de Lisa Lambert e Andrea Shalal)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2S1HH-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.