Internacionais

Estudo aponta mais de 10 milhões de votos antecipados em eleição presidencial dos EUA

Reuters
Reuters
Estudo aponta mais de 10 milhões de votos antecipados em eleição presidencial dos EUA
.

13 de outubro de 2020 - 11:53 - Atualizado em 13 de outubro de 2020 - 11:55

Por Trevor Hunnicutt e Jarrett Renshaw

(Reuters) – Os eleitores norte-americanos já depositaram mais de 10 milhões de votos para a eleição presidencial de 3 de novembro, superando consideravelmente a votação antecipada de 2016 e levando a crer em uma grande participação, de acordo com dados compilados pelo Projeto Eleições dos EUA.

O aumento da votação antecipada ocorre em meio à pandemia do novo coronavírus que motivou uma disparada de votos antecipados presenciais e pelo correio, particularmente entre democratas.

O presidente republicano Donald Trump tem procurado plantar desconfiança a respeito da votação pelo correio, fazendo alegações infundadas recorrentes sobre uma fraude generalizada antes de sua disputa com o candidato democrata Joe Biden.

Até a noite de quinta-feira, quase 10,4 milhões de norte-americanos haviam votado em Estados que relatam dados da votação antecipada, de acordo com o instrumento de informações eleitorais da Universidade da Flórida.

Para comparar, até 16 de outubro de 2016 cerca de 1,4 milhão de norte-americanos havia votado antecipadamente.

O número de votos depositados em cinco Estados –Minnesota, Dakota, do Sul, Vermont, Virgínia e Wisconsin– já superou em 20% o comparecimento total de 2016, disse o Projeto Eleições.

(Por Trevor Hunnicutt em Nova York e Jarrett Renshaw na Pensilvânia)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG9C1AQ-BASEIMAGE