Internacionais

Em meio ao frio no Texas, chefe da ONU diz ser “total ignorância” rejeitar mudança climática

Reuters
Reuters
Em meio ao frio no Texas, chefe da ONU diz ser “total ignorância” rejeitar mudança climática
Frente fria no Texas

18 de fevereiro de 2021 - 16:32 - Atualizado em 18 de fevereiro de 2021 - 16:36

Por Michelle Nichols

NOVA YORK (Reuters) – Pessoas que negam que o inverno rigoroso possa estar relacionado à mudança climática demonstram “total ignorância”, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, nesta quinta-feira, dias depois de o Estado norte-americano do Texas ter sido atingido pela primeira vez por um congelamento histórico e mortal.

Quando questionado se o aquecimento global desempenhou um papel no clima severo dos EUA, Guterres disse que a mudança climática pode tornar “todas as tempestades, todas as oscilações… mais extremas”.

Os cientistas concordam amplamente que a mudança climática está fomentando um clima mais extravagante em todo o mundo, incluindo furacões mais fortes, ondas de calor mais intensas e padrões de chuva mais irregulares.

Determinar se a mudança climática está por trás de um único evento climático, como o frio extremo desta semana no Texas, é mais complicado; os cientistas podem investigar a ligação do clima em um evento meteorológico, mas isso revelará apenas a maior probabilidade de ocorrência do evento.

“Se você olhar para os furacões, se você olhar para as tempestades, mas também se você olhar para as ondas de calor e de frio, estão se tornando mais extremas por causa das mudanças climáticas”, afirmou Guterres a repórteres. “A mudança climática amplifica.”

Quando as pessoas alegaram que o frio intenso seria uma evidência de que o aquecimento global não estaria ocorrendo, “isso é total falta de conhecimento científico, isso é total ignorância”, segundo ele.

Os cientistas dizem que a mudança climática –especificamente o rápido aquecimento do Ártico– pode ser um fator no frio desta semana no Texas, embora mais pesquisas científicas sejam necessárias para confirmar qualquer ligação.

(Reportagem de Michelle Nichols)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1H1MM-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.