Internacionais

OMS soa alerta para surto de Ebola no Congo e na Guiné

O vírus Ebola causa vômitos e diarreia graves e é propagado pelo contato com fluidos corporais

Reuters
Reuters
OMS soa alerta para surto de Ebola no Congo e na Guiné
Agentes de saúde com roupa de proteção em instalação construída por MSF para tratar casos de Ebola em Goma 03/08/2019 REUTERS/Baz Ratner

15 de fevereiro de 2021 - 15:09 - Atualizado em 15 de fevereiro de 2021 - 17:03

GENEBRA (Reuters) – Um surto de Ebola na República Democrática do Congo e Guiné representa um risco regional que requer vigilância excepcional, afirmou uma autoridade sênior da Organização Mundial de Saúde nesta segunda-feira.

O Congo confirmou quatro casos de Ebola desde o ressurgimento do vírus anunciado em 7 de fevereiro em Butembo, o epicentro de um surto anterior que foi declarado em junho passado.

Uma campanha de vacinação contra Ebola começou em Butembo, disse a OMS em um tuíte nesta segunda-feira.

Separadamente, a Guiné, país da África Ocidental, declarou um novo surto de Ebola no domingo, com sete casos confirmados e três mortes.

“Temos que estar excepcionalmente vigilantes, altamente alertas”, disse Mike Ryan, o principal especialista em emergência da OMS, em uma coletiva de imprensa.

“Esta doença (Ebola) representa um risco regional.”

O vírus Ebola causa vômitos e diarreia graves e é propagado pelo contato com fluidos corporais.

(Reportagem de John Revill, John Miller, Michael Shields em Zurique)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.