Internacionais

É muito provável que proteção de vacinas contra Covid enfraqueça com o tempo, dizem especialistas

Reuters
Reuters
É muito provável que proteção de vacinas contra Covid enfraqueça com o tempo, dizem especialistas
Mulher segura recipiente com adesivo Vacina Covid-19, em imagem de ilustração

30 de julho de 2021 - 14:06 - Atualizado em 30 de julho de 2021 - 14:11

LONDRES (Reuters) – A proteção que as vacinas fornecem contra infecções de coronavírus, e talvez contra casos graves de Covid-19, muito provavelmente enfraquecerá com o tempo, e campanhas de imunização continuarão por muitos anos, disseram cientistas de um grupo de conselheiros do governo britânico.

“É muito provável que a imunidade induzida pela vacina contra a infecção de Sars-CoV-2, e potencialmente contra doenças graves (mas provavelmente em um nível menor) enfraquecerá com o tempo”, segundo um resumo de um documento que está sendo avaliado pelo Grupo de Conselhos Científicos para Emergência(Sage) do governo britânico.

“É, portanto, provável que haverá campanhas de vacinação contra o Sars-CoV-2 por muitos anos, mas no momento não sabemos qual será a frequência exigida ideal da re-vacinação para proteger os vulneráveis à doença Covid”, disseram os cientistas.

O documento, intitulado “Por quanto tempo as vacinas continuarão protegendo contra a Covid?”, foi escrito por virologistas e epidemiologistas do Imperial College de Londres, da Universidade de Birmingham e do Departamento de Saúde Pública da Inglaterra.

O Reino Unido aprovou e está usando três vacinas: Oxford-AstraZeneca, Pfizer-BioNTech e Moderna, em um programa de vacinação em massa que começou em dezembro de 2020.

Dados do mundo real mostraram que essas vacinas protegem com 95% de eficácia, ou mais, contra a variante Alpha que foi predominante no Reino Unido no começo de 2021, dizem os cientistas, embora a habilidade de proteger contra infecções e transmissões seja menor.

Os especialistas disseram que pode ser esperado que a eficácia das vacinas permaneça alta contra doenças graves, mas a efetividade contra doenças moderadas e infecções pode cair com o tempo.

(Por Guy Faulconbridge)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6T1DZ-BASEIMAGE